Playback speed
×
Share post
Share post at current time
0:00
/
0:00
Preview

🏀 Análise vídeo | Finais da NBA: Jogo 3

Com 21 pontos de vantagem jĂĄ no Ășltimo perĂ­odo, os Boston Celtics permitiram a recuperação dos Dallas Mavericks, mas aguentaram a pressĂŁo e deram um passo decisivo rumo ao trofĂ©u Larry O'Brien.

No primeiro jogo em Dallas, os Boston Celtics conquistaram uma vantagem que chegou aos 21 pontos no inĂ­cio do 4.Âș quarto (70-91), mas relaxaram e sofreram um parcial de 20-2 que colocou o jogo a apenas um ponto (92-93). A sexta falta pessoal de Luka Dončić ajudou a que o triunfo caĂ­sse para os visitantes, mas nĂŁo foi essa a razĂŁo principal.

Desde logo, um Jayson Tatum mais efectivo do que nas duas partidas de Boston. Depois de registar uma eficåcia nos lançamento de campo de apenas 37.5% no Jogo 1 e 27.3% no Jogo 2, a superestrela dos Celtics subiu para 42.3%. Longe do ideal, mas melhor. Manteve a pressão no aro com penetraçÔes em que combina a técnica com a força, criando para si e para os colegas...


 e reagiu aos 14.3% (1/7) de trĂȘs pontos no Jogo 2, com a confiança suficiente para lançar 13 vezes dos 7,25 metros. Converteu apenas quatro (30.8%), mas deu para evitar que fosse rebaptizado de Ayson Tatum, por ter perdido o J.

Mas a vitória dos Celtics também teve heróis improvåveis e, apesar de ter sido fruto de um esforço colectivo, hå um nome a destacar-se na corrida ao prémio de MVP das Finais.

The full video is for paid subscribers

Borracha Laranja
AnĂĄlise VĂ­deo đŸ“Œ
Espaço de anĂĄlise tĂĄctica e 'breakdown' de 'set-plays' e tendĂȘncias de jogadores ou equipas, com recurso a vĂ­deo.
Authors
Ricardo Brito Reis